A Austeridade Não Funciona

Economia - Teoria e Prática

Carta CapitalNo Brasil dos juros aberrantes, chama a atenção o desprezo pelo óbvio. Burrice demais, às vezes, é esperteza.


Carta Capital Ed. 891 mar/2016 – Luiz Gonzaga Belluzzo e Gabriel Galípolo

Dizia o Barão de Itararé: de onde menos se espera, não sai nada mesmo. A edição do dia 19 de fevereiro de 2016 da revista The Economist dispôs-se, entretanto, a contrariar a máxima do Barão.

As matérias intituladas “Sem munição” e “Estranhos caminhos para a frente” corroboram o fracasso do quantitative easing em reanimar as economias desenvolvidas. Na esteira dos estudos do Bank for International Settlements e do Federal Reserve, já mencionados em nosso artigo anterior, a quase bicentenária e conservadora revista constata o que os conservadores nativos não enxergam.

A expansão da liquidez financia a aquisição de ativos já existentes, reais ou financeiros, como a recompra das próprias ações ou o aumento de recursos líquidos a fim de acumular ativos…

View original post 1,052 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s